Responsável pelo escoamento da produção de hortaliças e propriedade privilegiada às margens da rodovia BR 232, a estrada de Natuba, área rural da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul, foi palco na manhã deste sábado (15/7), de um protesto que denuncia as péssimas condições de trafegabilidade da estrada de barro, que aguarda há muito tempo o seu asfaltamento.

Produtores, moradores, comerciantes e populares queimaram pneus velhos e madeira sob uma das principais pontes de locomoção da localidade. O Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) foi acionado para debelar a manifestação e liberar aquela via.

Recentemente, o Governo de Pernambuco anunciou a ordem de serviço para investimento de R$ 180 mil na abertura do processo licitatório para a construção de ponte sobre o Rio Tapacurá, dando acesso a comunidade de Natuba, porém ninguém sinalizou até o momento como serão as obras para asfaltamento da importante estrada.

Fonte: avozdavitoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *