Uma zebra tão gigante quanto o adversário. Atual número 143 do mundo, tenista canadense Denis Shapovalov, de 18 anos, brilhou e derrubou o espanhol Rafael Nadal nas oitavas de final do Masters 1000 de Montréal por 3/6, 6/4 e 7/6(4) em 2h45 de jogo.

Com a derrota, o Touro Miúra não retornará ao topo do ranking na próxima semana. Ele e Roger Federer vão brigar somente na próxima semana pelo número 1. Assim, circuito masculino só terá um novo líder daqui a 10 dias, dependendo do resultado no Masters 1000 de Cincinnati. Caso seja campeão no Canadá, Federer fica colado em Nadal e quem fizer o melhor desempenho na próxima semana vira o líder do ranking mundial.

Foi um dia que deu tudo certo para o tenista local. O jovem azarão jogou com apoio total da torcida e conseguiu protagonizar uma das maiores zebras do ano com uma atuação impecável. Os golpes do canhoto canadense não só iam na linha, como pegavam apenas os últimos milímetros. Nadal não brilhou, mas não fez uma partida ruim. Sofreu principalmente na devolução e tentou ver se seu adversário sentiria a pressão em seu primeiro jogo contra um top 10, o que não aconteceu.

Shapovalov ainda se tornou o tenista mais jovem a atingir as quartas de final do Masters 1000 do Canadá desde 1974, quando o sueco Bjorn Borg brilhou na competição. Ele enfrenta na próxima rodada o francês Adrian Mannarino, 42º da ATP. Com a campanha, o canadense também estreia no top 100.

O primeiro set foi tranquilo para o decacampeão de Roland Garros. Um game ruim foi o suficiente para Nadal fechar o set inicial e largar na frente. Shapovalov não tremeu e continuou jogando solto, disparando bolas fundas e pesadas que incomodaram o espanhol. Com uma quebra no game decisivo, o jovem canadense conseguiu uma devolução perfeita mesmo sem intenção e empatou a partida.

A torcida foi à loucura e fez do jogo uma festa. Nadal seguiu firme no mental, apesar do jovem tenista não oscilar em momento algum e seguir mais agressivo. O jogo foi decidido no tie-break e Nadal largou na frente, abrindo 3-0 e sacando em 3-2. Com uma dupla-falta, o espanhol permitiu a reação do adversário e pagou caro. Shapovalov cresceu sob pressão e saiu de quadra com a vitória inesperada e o parabéns do Touro Miúra.

globo esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *