Mandatário do Sport, o presidente Arnaldo Barros ele falou sobre o momento delicado que o clube vive no futebol – em situação muito difícil na Sul-Americana e perto da zona de rebaixamento na Série A. O dirigente afirmou que não se arrepende da contratação de Vanderlei Luxemburgo, vê falhas na execução do planejamento da temporada 2017 e reconhece a culpa que a diretoria tem na má fase do Leão, ainda que tenha ressaltado que trabalho não faltou.

Confira, abaixo, em tópicos, as respostas de Arnaldo Barros.

Arrependimento pela contratação de Luxemburgo?

Analisar o trabalho do treinador em poucas palavras é muito difícil e você está fadado a cometer injustiças. O que posso dizer rapidamente é que não estou arrependido de contratar Luxemburgo. Acho ele um excelente profissional, com capacidade e experiência inquestionáveis. Acho que ele comprou o projeto do Sport e se dedicou muito durante todo esse período. Em certo momento, o time reagiu. Houve uma reação e chegamos a estar em quinto lugar na tabela. Depois, gradativamente, o discurso foi se desgastando como se diz no futebol. Na verdade é isso mesmo que acontece.

Nós enfrentamos muitas dificuldades que não podem ser atribuídas exclusivamente ao treinador, mas que influenciaram decisivamente na performance do time. No momento, o desgaste desse discurso e a falta de uma resposta de uma melhoria de performance dentro de campo foi que nos levou a fazer a troca.

Isso é uma coisa que relutamos. Procuramos preservar ao máximo a integridade do grupo. Mas chega, realmente, uma hora que a coisa fica fora do limite aceitável em termos de performance. Então, nós precisamos fazer alguma coisa para criar um fato novo. Fazer alguma alteração para proporcionar alguma melhora, e é isso que estamos fazendo.

globoesporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *