A vitória obtida sobre o rival Sport por 3 a 0 na última quarta-feira deixou o torcedor do Náutico esperançoso. Diante do Vitória-PE, na Arena de Pernambuco (onde o Timbu foi visitante, mas costuma ser mandante), mesmo palo do clássico, a expectativa era de mais três pontos somados. Mas isto não aconteceu. O placar de 1 a 1 foi justo na visão do técnico Roberto Fernandes. Isto porque, para ele, as duas equipes produziram muito pouco.

– No segundo tempo, fomos um pouco melhores. Mas nos últimos 15 minutos sentimos o desgaste da maratona. Por isso que é bom analisar o quanto vale a pena. Repeti muitos jogadores de um jogo para outro. De uma forma geral, pelo que produziram as duas equipes, o resultado ficou de bom tamanho.

Robert Fernandes também disse que a mesma vitória que era aguardada pela torcida com tanta expectativa também fazia parte dos planos da sua equipe. Afinal, o Náutico é líder do Campeonato Pernambucano com sete pontos. Mas essa margem poderia ter sido maior.

– Nosso objetivo era buscar os três pontos. Somos líderes, mas poderia ser mais folgado. Outras equipes podem encostar. Óbvio que fugiu do que a gente planejou. Em construção de jogadas, a gente não foi tão inspirado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *