Cercado de mistério, o Santa Cruz está pronto para o clássico desta quarta-feira, contra o Sport, pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. Ao contrário do que pregava na pré-temporada, o técnico Júnior Rocha fechou todos os treinos e não quis adiantar nada em relação ao time que entra em campo, mas garante que o seu grupo está pronto para a primeira grande decisão de 2018.

– O grupo está pronto. Estamos chegando nas quartas de final não no (nível) ideal que eu gosto, mas no máximo que conseguimos tirar dos atletas. Não quero dizer que está tudo certo, mas esses dez jogos (de invencibilidade) mostraram que os atletas evoluíram e estão num nível de confiança e concentração muito grandes.

As grandes dúvidas do técnico Júnior Rocha são na lateral direita, no meio e no ataque. Mailton atuou contra o CRB, mas não pode jogar no Campeonato Pernambucano. Vítor, portanto, deve voltar ao time.

No meio, existe a dúvida entre Daniel Sobralense e Arthur Rezende e, na frente, Héricles está com problemas no púbis. Caso não jogue, Vinícius deve entrar.

Uma mudança que Júnior Rocha não quer, no entanto, é em relação ao estilo de jogo adotado nos últimos jogos. Apesar de não ser o modelo que ele considera ideal, o estilo de jogo mais defensivo, centrado em contra-ataques, será mantido – uma vez que, na opinião do técnico, está dando certo.

– Vai ser o mesmo modelo que a gente vem usando. Não tem como mudar. Iniciamos um trabalho em um modelo e comecei a treinar posse de bola. Engrenou no treino, mas, durante os jogos, a gente ia bem no primeiro tempo e depois caía fisicamente. Os atletas perderam a confiança de continuar com o padrão e tivemos que voltar para esse modelo mais reativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *