Palco da finalíssima de três edições da Taça Libertadores, o Mineirão se colocou à disposição da Conmebol para receber o segundo jogo da final entre os rivais argentinos River Plate e Boca Juniors, adiado por causa dos incidentes contra os jogadores do Boca na chegada ao estádio Monumental de Nuñez, no último sábado, em Buenos Aires.

Uma decisão sobre quando e onde ocorrerá a final sai nesta terça-feira, após reunião entre os presidentes dos clubes, Rodolfo D’onofrio (River Plate) e Daniel Angelici (Boca Juniors), com o da Conmebol, Alejandro Domínguez, no Paraguai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *