A realidade bateu de forma dura na porta do Porto, a equipe foi derrotada pelo Corinthians por 6 a 0 e deixou a Copa São Paulo de futebol Júnior na segunda fase. O grupo entrou em campo ciente das dificuldades e lutou até onde deu contra a equipe paulista, pelo menos foi avaliou o técnico Gabriel Lisboa.

– Nós reconhecemos nossas limitações, sabemos da força do Corinthians, o maior campeão da Copinha. Fora toda a estrutura que conhecemos. Precisavamos explorar nossas virtudes, fechamos a equipe, marcamos de forma impactada. Tínhamos uma estratégia de marcar em cima, mas por tudo o que envolve a partida nossa equipe sentiu emocionalmente – disse Gabriel.

O Gavião terminou a primeira fase na liderança do grupo 18 e com jogadores se destacando, como o atacante Caio, que marcou três gols na competição. Alguns atletas chamaram a atenção de clubes grandes do país, o que pode ser considerado o legado do Porto na Copinha.

– Tenho certeza que apareceram oportunidades para os nossos atletas, muitos clubes estavam atrás e tenho certeza que vão aparecer oportunidades. Esse resultado não vai apagar o nosso ano de 2018. O Porto tem uma força no trabalho de base, fizemos uma boa primeira fase – comentou o treinador.

Além da derrota por 6 a 0 para o Corinthians, o Porto venceu o Vila Nova-GO e empatou com Paulista-SP e RB Brasil-SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *