A primeira derrota do Flamengo em 2019, logo no primeiro jogo eliminatório da temporada, foi um duro choque de realidade para a torcida, que mais uma vez lotou o Maracanã. Mas não basta ter grandes jogadores se a coisa não funcionar fora do papel. E uma rodada depois de golear a Cabofriense em sua melhor apresentação do ano, o Rubro-Negro teve a pior atuação. Mesmo jogando pelo empate, perdeu do Fluminense por 1 a 0 na semifinal da Taça Guanabara

O Flamengo fugiu de suas características no clássico. Deu a bola para o adversário, que teve 60% da posse, e apostou em contra-ataques para sair na frente do placar e, assim, praticamente liquidar a fatura diante da vantagem do empate. Porém, a armadilha de Abel Braga caiu na arapuca de Fernando Diniz, que providenciou uma marcação forte para cima de Bruno Henrique, que vinha desequilibrando nos últimos jogos, e previu cada movimento do técnico rubro-negro em um Fla-Flu de xadrez. A ponto de as chances de gols terem sido muito poucas dos dois lados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *