O cineasta Alysson Souza, de Vitória de Santo Antão, foi selecionado em um importante curso de roteiro na Escuela Internacional de Cine y TV (EICTV), em Cuba, uma das mais reconhecidas da América Latina. Para conseguir se matricular na instituição, o jovem abriu um financiamento coletivo e conta com a colaboração dos apoiadores locais. Para contribuir, basta acessar a Benfeitoria. O curso tem início em janeiro de 2021.

“É uma oportunidade única. Me esforcei muito para ser aprovado, realizei o exame 4 vezes. Dessa vez que fui aprovado. Fui para Fortaleza realizar a seleção, sem dinheiro, mas com apoio dos amigos, e consegui passar. Sou o único pernambucano aprovado neste ano e infelizmente não tenho o dinheiro para pagar”, conta Alysson. Desde 2017 o governo brasileiro encerrou a parceria com a EICTV e parou de custear os estudos do realizadores nacionais na escola cubana.

Ao todo, o vitoriense precisa de R$ 50 mil, sendo 6 mil euros para garantir o primeiro ano de curso, os gastos mensais, além do valor das passagens aéreas, roupas de frio e seguro saúde (obrigatório para entrada no país). Como as aulas são em período integral, e por questões de visto de estrangeiro, não é possível trabalhar no país. “As doações pela vaquinha são minha única forma, no momento, de poder arcar com, pelo menos, o primeiro ano de curso em Cuba, pois devido às minhas condições financeiras fica impossível arcar com custos tão altos”, explica. Até o momento, foi arrecadado 21% da meta, o que representa cerca de 10 mil reais.

Natural de Vitória de Santo Antão, Alysson é formado em Rádio, TV em Internet, com trajetória marcada pelo estudo da dramaturgia cinematográfica. O realizador pernambucano já adianta os planos que sairão do papel na volta para casa. “Quando eu voltar, eu quero compartilhar o conhecimento adquirido na Escola com realizadores das periferias e dos interiores… pra gente continuar pensando um outro cinema, sabe? Um cinema com acesso democrático. É possível ver grandes trabalhos dessas pessoas que enfrentam dificuldades de entrar no mercado, assim como eu enfrentei”, acredita.

A EICTV é considerada a maior escola de cinema da América Latina e seleciona, a cada dois anos, apenas cinco estudantes do mundo inteiro. Desde sua fundação, alunos de mais de 50 países se formaram na instituição, que já teve Steven Spielberg (Jurassic Park), George Lucas (Star Wars) e Francis Ford Coppola (Apocalypse Now) como professores.

Diario de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *