Com uma diferença de votos construída desde as primeiras urnas, Paulo Roberto superou Aglailson Júnior e venceu as Eleições 2020 em Vitória de Santo Antão. A vitória do candidato reverte o quadro da sua primeira candidatura, quando foi derrotado pelo mesmo adversário em 2016. Como vice, Paulo terá Edmo Neves, gestor educacional e ex-presidente da Câmara de Vereadores. Os últimos dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), apontam Aglailson com 26.532 votos, enquanto o candidato do MDB aparece com 40.665 votos.

Diante da disparidade, os correligionários já cantavam vitória quando um total de 80 urnas estavam apuradas. Neste caso, a diferença era de mais de seis mil votos a favor de Paulo Roberto. No início da noite, o candidato vencedor proferiu um discurso de agradecimento pela vitória conquistada. “Eu entrei nesta campanha com a consciência de que estava lutando para ser prefeito de Vitória de Santo Antão. E vocês estão nos dando essa honra; Peço encarecidamente que não entrem em provocação, porque se vocês queriam a libertação e a proclamação de Vitória, vocês conseguiram”, destacou Paulo.

A votação expressiva do candidato Paulo Roberto em cima do seu oponente entra para a história política de Vitória de Santo Antão. Apesar de significativa, a diferença de 14.133 votos entre os dois é a segunda no ranking das grandes vantagens. Em 1996, Carlos Breckenfeld superou Dr. Ivo com 18.420 votos de diferença.

Entre as demais candidaturas. a chapa “Vitoriosas”, encabeçada por Hérika Araújo, despontou como a terceira via e obteve 3.139 votos. Toninho, do Cidadania, teve 1.456. votos; Antônio de Lemos, 646 votos; Moacir da Mandioca, 414 votos, e por fim, Tomé Ferraz conseguiu 517 votos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *