Nesta quinta-feira (10/06), o Governo do Estado divulgou o resultado do sequenciamento genético de amostras positivas para o Coronavírus, colhidas em Vitória de Santo Antão e foi identificada a presença da variante P.1 (conhecida popularmente como variante de Manaus) no município. O dado foi anunciado para a população vitoriense, nesta sexta-feira (11/06) em uma transmissão ao vivo nas redes sociais da prefeitura com a participação do prefeito Paulo Roberto, do secretário de Saúde, Eudes Lorena, e do coordenador da Vigilância Epidemiológica, Ewerton Thiago.

A variante, que foi identificada inicialmente em Manaus (AM), é a linhagem que predomina atualmente em Pernambuco, de acordo com as análises feitas pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/ Fiocruz PE) e pelo Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (LIKA/UFPE). A ‘P.1’ pode ter impactos no cenário epidemiológico de Vitória, como aponta o secretário de Saúde do município, Eudes Lorena. “Acreditamos que essa variante também é um dos fatores responsáveis pelo aumento do número de casos na nossa cidade”, explicou Lorena.

A pessoa que foi detectada com a variante em Vitória não vai ter a identidade revelada. Ela apresentou os sintomas da Covid-19 em fevereiro, quando realizou o teste, recebendo o diagnóstico nos primeiros dias de março. O exame foi analisado pelo Laboratório Central de Pernambuco (LACEN/PE), responsável por encaminhar a amostra para sequenciamento na qual divulgou o resultado para o município ontem.

De acordo com estudo publicado na revista Science do dia 14 de abril deste ano, a variante de Manaus (P.1) do Coronavírus é de 1,7 a 2,4 vezes mais transmissível do que as outras linhagens do vírus. A presença da P.1 é motivo de preocupação para os gestores públicos, pois, do ponto de vista epidemiológico, parece desestabilizar o sistema de saúde principalmente em relação à estrutura de superlotação dos hospitais e muito embora não se tenha evidências de que a cepa seja mais letal.

A prefeitura, através da Secretaria de Saúde, vem reforçando as medidas de combate ao Coronavírus, com ações como ampliação de barreiras sanitárias, a criação de uma central de monitoramento de casos, aumento da frequência de sanitização e endurecimento de medidas restritivas. “Como gestão, vamos continuar trabalhando para combater a proliferação da Covid-19, e contamos com a colaboração de todos para vencermos essa luta. Por isso, pedimos aos cidadãos que não se aglomerem, usem máscaras e álcool 70%”, coloca o prefeito Paulo Roberto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *